Sanxenxo-001

O que fazer em Sanxenxo

Bem-vindos à Sanxenxo, coração turístico da região de Salnés, onde tudo é concebido para o lazer e entretenimento dos turistas que nos visitam. Todas as indicações que faremos neste artigo são baseadas em experiências pessoais, que sempre oferecemos aos nossos clientes no momento da chegada, e pelos seus comentários, parece que são bastante corretas.

Nas Rias Baixas e sob a influência de um microclima que a torna especial, Sanxenxo tornou-se com o passar do tempo a capital turística da Galiza (sempre depois, logicamente, de Santiago de Compostela). Pela sua localização no coração de Rias Baixas, Sanxenxo é um destino perfeito como ponto de partida para conhecer grande parte da costa galega, e as cidades mais importantes da Galiza.

Sanxenxo oferece aos visitantes muitas opções de lazer (praias, paisagens, desportos náuticos, aventura, compras, gastronomia, festas,…), tornando-se um dos destinos favoritos dos turistas que visitam a Galiza.

SITUAÇÃO

No coração de Rias Baixas, na Ria de Pontevedra e cercado pelo Oceano Atlântico, Sanxenxo é especialmente posicionado para ser o ponto de partida de “visitas obrigatórias” uma vez que cà chegarem.

Por ordem de distância encontramos:
– A 12 km (15 minutos de carro) de Combarro, uma pequena vila de grande beleza, no sentido de Pontevedra.
– A 13 km (15 minutos de carro) O Grove, conhecido pela sua Festa do Marisco e pela Isla de la Toja.
– A 18 km (15 minutos de carro) de Cambados, berço do Albariño e uma muito bonita cidade antiga.
– A 20 km (20 minutos de carro) da cidade de Pontevedra por uma estrada costeira a partir da qual não deixamos de ver a Ria de Pontevedra.
– A 60 km (45 minutos de carro) da cidade de Vigo, capital económica da província de Pontevedra.
– A 70 km (50 minutos de carro) da cidade de Santiago de Compostela, capital da Galiza e ícone turístico/histórico/monumental da Galiza.
– A 140 km (90 minutos de carro) da cidade de La Coruña, bela cidade que recomendamos não perder, pela sua beleza.

CLIMA

Devido à sua situação privilegiada, na região do Salnes e graças à maravilhosa natureza, Sanxenxo beneficia-se dum microclima diferente do resto da Galiza. Com temperaturas de 24/25 graus no verão, 17 / 18 graus na primavera e no outono e 14/15 graus no inverno, Sanxenxo torna-se um lugar ideal para passar as suas férias em qualquer época do ano (ver windguru >>)

PRAIAS

Em relação ao mar e as praias, e por ficar o município de Sanxenxo entre as Rías de Pontevedra e Arousa, tem praias para todos os gostos. Desde as praias tranquilas, viradas para a Ria de Pontevedra, com águas calmas e cobertas do vento do Norte (que embora não muito forte, é o vento predominantemente nesta área), até as praias viradas para o Atlântico , que são praias grandes, mas com o mar um pouco mais agitado (sem problema para o banho), e um pouco mais ventosas quando sopra o vento do Norte.

Na lista a seguir nomeamos, de acordo com o nosso gosto, as praias mais destacadas de Sanxenxo (há muitas mais, mas acreditamos que estas vão ser suficientes):

– Praia de Lanzada: A maior e mais famosa, mas muitas vezes não é a ideal.
– Praia  de Silgar: Localizada em Sanxenxo centro e rodeada por um passeio muito movimentado.
– Praia de Montalvo: Cercada por uma bonita floresta de pinheiros. É uma praia muito tranquila, com águas calmas.
– Praia de Paxariñas: Bonita enseada, protegida do vento do norte, e com uma atmosfera muito tranquila.
– Praia de Areas: Localizada na área de Areas, na saída de Sanxenxo para Pontevedra, e protegida dos ventos do norte.
– Praia de Baltar: Localizada no centro de Portonovo, rodeada por um passeio muito movimentado no verão.
– Praia de Bascuas: A única praia de nudismo no município de Sanxenxo.
– Praia de Canelas: Situada à beira de Portonovo no sentido de O Grove, boa praia, com uma atmosfera muito calma.

RESTAURANTES

Na Galiza, não podíamos deixar de falar sobre a cozinha que oferecemos a todos os nossos visitantes, que é um dos pontos fortes e que tudos os que nos visitam adoram. Logicamente, o peixe e o marisco são os produtos mais apreciados, mas há mais opções para agradar todos os paladares.

Sem prejuízo de qualquer outro restaurante (repitimos que esta informação é baseada em nossas experiências pessoais), nomeamos vários lugares nos que acreditamos garantia de sucesso para comer em Sanxenxo.

Viveiro de marisco Duromar (Sanxenxo): Para aqueles que desejam desfrutar de um bom marisco, mas sem estar sentado à mesa (Ideal para todos os nossos clientes de apartamentos, já que o marisco é encomendado jà cozido para desfrutar da mariscada diretamente no apartamento). Normalmente têm santola, navalheira, sapateira, camarão, lagostim, … e a preços supercompetitivos. O único que tem de fazer é ir até o viviero, ver os preços do dia dos frutos do mar e encomendar a sua escolha ( já cozido em água do mar). Pegue os frutos do mar para o apartamento e tenha uma garrafa de Albariño na geladeira para completar a homenagem … bom apetite !!

Restaurante Sabino (Sanxenxo): Tanto o menu de degustação (3/4 pratos + 1/2 sobremesas) como a carta estão bem. O serviço é muito bom e amigável. Embora pareça um restaurante um pouco “elegante”, pela situação no centro de Sanxenxo, vão descobrir que é um restaurante muito familiar … No tempo dos cogumelos, o menu de degustação é espetacular.

Burás (Portonovo): Ideal para jantar tapas e porções. Fica no centro de Portonovo. Isto quer dizer que às veces pode ser difícil encontrar uma mesa, mas vale a pena arriscar. A tortilla e as empanadillas caseiras (com vários recheios) são muito boas, mas recomendamos especialmente as lulas que no Burás são deliciosas.

Terraza del Mar (Sanxenxo): Localizado no passeio marítimo de Sanxenxo, no rés-do chão do Hotel del Mar. Reabriram hà um par de anos (2015) o seu café / restaurante com uma ideia inovadora. Têm uma carta não muito grande, mas com pratos muito bem preparados. E se o tempo estiver bom, têm uma esplanada fantástica para comer fora.

O Buraco (Portonovo): Comida da “avó”.  A especialidade é o peixe e o marisco. Muito acolhedor, com um serviço muito amigável e bo produto. O peixe é todo fresco, chegado da lota de peixe no dia anterior. Aconselhável reservar, especialmente no verão.

O Rincon dos Barcos (Sanxenxo): Algo diferente. Ao estarmos numa área duma cozinha muito típica e tradicional, valorizamos um restaurante diferente como o Rincon dos Barcos. Uma carta feita com muito gosto e com uma preparação diferente de todos os pratos, desde as entradas até as sobremesas. Vale a pena experimentar.

Parrillada O Ché (Xesteiriña – Sanxenxo): Um local muito acolhedor e um bo terraço para comer ao ar livre no verão. A especialidade é carne grelhada (carne de porco, vitela e bife). É aconselhável reservar no verão, caso sejam mais de 5 / 6 pessoas, ou chegar com bastante antecedência.

Casa Aurora (Sanxenxo): Embora os seus proprietários sejam restauradores de sempre de Sanxenxo e Portonovo, o novo perfil que têm dado à Casa Aurora é muito acertado. Toda a comida que sae da cozinha, e vigiada pela chefe de cozinha antes de ser servida ao cliente. São aconselhavéis as especialidades à base de produtos de temporada. São muito atentos e não hesitam em perguntar se gostaram do jantar.

Restaurante Mar Divino (Portonovo): Excelente escolha para peixes e carnes grelhadas. Situado entre Sanxenxo e Portonovo, e com vistas para a praia de Baltar, é um restaurante elegante com muito bom serviço. Tem muito boa relação qualidade / preço, e o produto é de qualidade ótima.

Dorsia Café (Sanxenxo):  Local novo em Sanxenxo (inaugurado em 2016). Apreciamos um bar / restaurante deste seu tipo no centro de Sanxenxo, para experimentar coisas não tão típicas da região. Um pequeno menu, mas tudo muito bom. Sandes diferentes, croquetes de rabo de vaca, sucos e batidos naturais e muito bem misturados…A pena é que a entrada é em um lado do predio, e para as pessoas que não conhessam pode resultar un bocadinho difícil de encontrar.

Asador A Ferreira (Nantes – Sanxenxo):  Muito boa escolha para menu diário. Alem da carta, têm também um menu do dia muito abundante a um preço bastante baixo (8,5 / 9 euros). As porções são muito generosas, o serviço muito bom e amigável.

Casa Carmelita (Sanxenxo): Pizza e muito mais… As pizzas são muito boas, feitas no forno à vista das pessoas. O resto da massa é normal, mas além de massas temos un pouco de tudo, mesmo marisco vivo. E tudo a um preço normal. Outra coisa importante é que está aberto durante todo o ano, e têm um menu diário.

Muiño Do Ferreiro (Lores – Meaño): Remanso de paz!. Localizado num antigo moinho e ao lado do rio; um lugar do que gostam todos os visitantes. A comida são tapas e porções típicas galegas. Destaca-se a tortilla, suculenta, e também as croquetes caseiras. O tratamento é familiar, é que realmente eles são uma família.

Arrocería A Solaina (O Grove):  Arroz com lagosta de qualidade! Restaurante elegante com produto muito bom, muito bem trabalhado e um serviço de alta qualidade. Para nós é um clasico em O Grove. Não é para todos os bolsos, mas também não é caro, a qualidade da relação / preço é boa.

VIDA NOTURNA

Como qualquer destino turístico, a “marcha” é um dos pontos importantes e Sanxenxo ofereçe também muita oferta. Há dois tipos de lazer noturno, dependendo das preferências de cada pessoa.

Por um lado, as zonas (tanto Sanxenxo como Portonovo) de vinhos e tapas com esplanadas que estão abertas até de madrugada. O ambiente é muito agradável e familiar.

Por outro lado, os bares de copos, dos que existem outras duas vertentes muito diferenciadas. No caso de Sanxenxo, os tipos de locais que existem têm um ambiente é um pouco mais “posh”, para  mostrar o bronzeado e dançar nos locais mais “cool” das Rias Baixas. Depois, no caso de Portonovo e por ser uma localidade com estilo marinheiro e atmosfera mais familiar temos locais mais pequenos e mais tradicionais (e bebidas muito mais baratas!).

EXCURSÕES

Sanxenxo, como toda a Galiza, é um destino que convida a conhecer toda a costa galega, e visitar cidades como Pontevedra, Santiago de Compostela, Vigo, A Coruña,…

Com a intenção de facilitar as coisas, aconselhamos fazer as seguintes excursões que com certeza vão gostar.

1 – COMBARRO / PONTEVEDRA –  Muito perto, para andar pouco de carro e dar um passeio agradável.

Só têm de tomar a estrada costeira para Pontevedra. A 15 km de distância encontrarão Combarro. Estacionem o carro na área do Porto e caminhem até a parte antiga para perder-se pelas ruelas tipicas. Posteriormente, continuem em direcção a Pontevedra, estacionem o carro perto do rio Lérez, e caminhem pelas ruelas da parte antiga (pedestre). Desfrutem de uma das cidades com melhor qualidade de vida da Espanha.

2 – SANTIAGO DE COMPOSTELA / A CORUÑA – Excursão de dia inteiro. É aconselhável partir depois do pequeno almoço, sem pressa, para Santiago de Compostela (45 minutos pela auto-estrada). Visite a Catedral, deem um passeio pela cidade velha e para os mais devotos (ou por curiosidade) assistam a Missa dos peregrinos, todos os dias às 12:00. Se tiverem já apetite, aconselhamos o restaurante Dezaseis, localizado na Rua San Pedro, 16 (981564880 – aconselhável reserva), um restaurante típico Galego com produto muito bom.

Depois de comer, ou antes, se ainda não tiveram apetite, vão para A Coruna (50 minutos pela auto-estrada), estacionem o carro em um centro de estacionamento do centro pois estacionar na rua, no centro de A Coruña é muito complicado. Visitem o porto, a Praça de María Pita, a área de Los Olmos, Calle Real, Rua Galera, Riazor … A Coruña é uma cidade muito para caminhar. Para comer em A Coruna, aconselhamos duas opções: o restaurante La de Alberto (981907411 – importante reservar), de grande qualidade a preço razoável, ou uma segunda opção seria ir de tapas por Los Olmos e Calle Galera, mais casual mas mais divertido.

3 – BAIONA / LA GUARDIA / TUI – Esta terceira opção leva-nos para o sul da Galiza.

Saiam diretamente para Baiona (cerca de 50 minutos, auto-estrada até Vigo + auto-estrada para Baiona).Deem um bom passeio em Baiona e continuem de carro, pela estrada da costa até A Guardia, para visitar o Castro de Santa Tecla e testemunhar as belas vistas de cima. Depois, continuem para Tui. Paseiem pela ruelas desta antiga cidade e desfrutem das suas esplanadas.

4 – ILHAS CIES – Ilhas paradisíacas localizadas na Ria de Vigo que forman parte do Parque Natural das Ilhas do Atlântico.

Recomendamos esta excursão dum dia inteiro, já que entre a viagem, comida e passeios, não há tempo suficiente para fazê-la numa manhã ou numa tarde. Alem disso, não é aconselhável fazê-lo com pressa, pois é uma excursão para desfrutar.
Todos os barcos que saem para as Ilhas Cíes saem dos portos de VIGO e CANGAS, e os bilhetes devem ser marcados com antecedência, porquanto as ilhas têm uma cota máxima de visitantes por dia, e, geralmente, não há vagas para comprar bilhetes no mesmo dia (no site http://crucerosriasbaixas.com/, entre outros, poderão comprar os bilhetes).
Sapatos confortáveis, protetor solar e desejo de caminhar para ver esta maravilha da natureza.
Na ilha, se não quisserem levar o “Tuperware”, há vários restaurantes a preços muito razoáveis.

5 – ILHA DE ONS – Localizada na Ria de Pontevedra, com mais facilidade e horários para visitá-la.

Aconselhamos ir um dia inteiro, mas é também possível  fazer uma excurção de manhá ou de tarde, uma vez que as saídas partem de Sanxenxo e Portonovo, com várias combinações de manhã e tarde (Pode-se dizer que no verão, os barcos vão e vêm todo o día). Embora normalmente haja vagas, aconselhamos marcar os bilhetes com antecedência, para evitar surpresas desagradáveis (na web http://crucerosriasbaixas.com/, entre outras, pode marcar os bilhetes facilmente). A ilha de Ons e uma ilha completamente” virgem”, embora haja pessoas que vivam là todo o ano. Para um dia de praia diferente ou para fazer alguns passeios com vistas espectaculares, é uma excursão que vale a pena fazer.
Na ilha existem vários restaurantes (o prato mais famoso é a “caldeirada de polvo” de casa Checho).

6 – O GROVE / ILHA DE LA TOJA  / CAMBADOS / ILHA DE AROUSA – Excursão perfeita para conhecer a região do Salnés, desde que as distâncias são escassas.
Vamos pela estrada da costa (PO308) em direção a O Grove, capital do marisco das Rias Baixas, onde se pode dar um passeio pelo porto de pesca, e até mesmo fazer uma excurção de barco pela Ria de Arousa, com degustação de mexilhões e vinho. Os bilhetes podem ser comprados diretamente no porto, não é necessário marcar com antecedência faz e barcos costumam sair cada meia hora (no verão). A excurção dura 1 hora e meia e visita-se a área sul da Ria de Arousa. Visita-se uma “batea”  (para cultivar mexilhões, ostras, vieiras,…), onde se explica o funcionamento (muito interessante). Depois de visitar O Grove, podemos atravessar uma pequena ponte para chegar até a famosa (quase “exclusiva”) ilha de la Toja, conhecida pelas suas fontes termais e os seus sabonetes.
Posteriormente, pela estrada costeira (PO550), e a 25 minutos, podem visitar a vila de Cambados, capital do Albariño. É aconselhável deixar o carro na área do porto e fazer um passeio pelas ruas até chegar à Plaza de Fefiñáns, e tomar uns vinhos em qualquer dos seus bares típicos.
Depois de visitar, com calma, Cambados, siga direção Villagarcia de Arousa, PO549 para a ilha de Arousa.
A ilha de Arousa, separada do continente até 1985, é uma ilha com uma paisagem espètacular, ideal para um dia na praia, e com um tradicional porto de pesca.
Na área portuária temos uma variedade de restaurantes onde experimentar o melhor peixe e marisco da Ria de Arousa (Destacamos como exemplo o restaurante A Meca).

PESCA

Para os amantes da pesca na costa (de terra), a costa de Sanxenxo tem muitos lugares para a pesca da lubina, o sargo, a dourada… e a pesca da lula nos portos de Sanxenxo e Portonovo (este última é da que mais gostam as crianças da familia).

A área de Paxariñas, A Lanzada, Cabicastro,… são boas áreas também para a pesca destes peixes.

SENDERISMO

Embora a Rias Baixas não sejam um paraíso para os caminhantes, existem várias rotas que são interessantes, perto de Sanxenxo, e pouca dificuldade.

Rota PR-G115 (Ruta do Adro Vello – San Vicente do Mar – O Grove).
Uma pequena caminhada (3,1 Km), que começa na costa por duas praias e que nos leva através de uma zona interior até Pereiriña. É uma rota muito simples, especialmente para fazer com crianças, que permite conhecer parte de San Vicente do Mar e áreas rurais.

Rota PR-G116 (Ruta do Con Negro – San Vicente do Mar – O Grove).
Outra rota simples e curta (3.3 Km), não circular, que passa por grande parte da costa de San Vicente do Mar, com preciosas vistas para a Ria de Arousa. Também perfeitamente adequado para fazer com crianças, uma vez que não tem nenhuma dificuldade.

Rota PR-G170 (Ruta da pedra e da auga – Meaño)
Esta rota começa em Barrantes, a 15 km do centro de Sanxenxo, e termina no Mosteiro de Armenteira. É uma rota perfeitamente adequada para fazer ida e volta ao longo do rio. Tem um total de 13,5 km.
Na ida, as duas primeiras partes são completamente lisas, e a terça parte tem uma pequena subida até ao Mosteiro de Armenteira. Além de ver o mosteiro é habitual tomar um café no Bar O Comercio, e depois vir embora com a ajuda da inclinação favorável até o ponto de partida.
A caminhata de 13,50 km é facilmente feita em não mais de 3 horas.

– Rota PR-G 172 (Ruta do Río Chanca – Lores – Meaño)
Esta rota, como a anterior, termina no Mosteiro Armenteira onde terminam várias rotas que partem de diferentes pontos. Não é uma rota circular, pelo que aconselhamos faze-la de ida e volta com 13 km no total.
Na ida o caminho começa a subir acentuadamente, mas com calma pode-se fazer facilmente.
Esta rota é “famosa” porque é a rota que o nosso presidente Mariano Rajoy faz todos os dias quando vem de férias para Sanxenxo (muitas vezes temos coincidido com ele).
Ao chegar ao mosteiro Armenteira, como na outra rota, é aconselhável visitar o mosteiro e tomar um café no Bar O Comercio, para depois vir embora.

– Rota PR-G171 (Ruta do Río San Martiño – Meis)
Esta rota, de 10,8 km e non-circular, leva-nos pelo interior da região de Salnés, passando muito perto do campo de golfe de Meis, e terminando no Mosteiro de Armenteira.
A parte central da rota, do Km 4 até o Km 6.5, tem uma dificuldade média devido a um desnível contínuo. Depois é quase sempre plana quase, com pequenos altos e baixos.
Caso queiram mais caminhada, podem fazer este percurso na ascensão, e a PR-G170 (Ruta da Pedra e da Auga – 6,7 km inclinação favorável), para baixar, jà que ambos pontos de partida estão a 200 metros de distância.

SURF

A famosa praia da Lanzada, embora não haja sempre boas ondas para o surf, é a praia mais adequada para este esporte, tanto para surfistas experientado como para iniciantes. Várias empresas ensinam surf para todos os níveis.

ADEGAS

Sanxenxo, no coração de Rias Baixas, é o lugar ideal para os amantes do vinho, especialmente o vinho Albariño. O 95% de sua produção é feita nesta área.

Há muitas adegas onde podem fazer visitas guiadas, degustações, venda de vinho … não conseguimos oferecer nenhum exemplo concreto, uma vez que a quase todas são muito boas, e em quase todas fazem visitas e degustações. É uma experiência diferente da que todo o mundo gosta.

La cadena hotelera de A Costa da Morte (Galicia)